domingo, 24 de setembro de 2017

Dialética do esclarecimento: 70 anos

Alexandre Fernandez Vaz




Há setenta anos, um breve livro foi publicado em alemão por uma pequena editora de Amsterdã, depois de haver sido escrito nos Estados Unidos da América, mais precisamente na bela Califórnia. Seus autores se haviam transferido para lá depois de viverem em Nova York, para serem vizinhos de uma legião de centro-europeus exilados da barbárie nazista.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Convidamos todos para a defesa de tese de nossa colega Cecilia Sere no Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas. As informações seguem abaixo:


Cecilia Seré Quintero
Orientador: Alexandre Fernandez Vaz
Co-Orientadora: Franciele Bete Petry

Título da tese: Propriedade do corpo: sujeito, direito e trabalho 
Data: 20/09/2017 (quarta-feira)
Horário: 14:30hs. 
Sala 324 

Banca: 
Prof. Dr. Alexandre Fernandez Vaz (Orientador)
Profa. Dra. Franciele Bete Petry (Co-orientadora)
Prof. Dr. Luis E. Behares (Udelar/Uruguai)
Prof. Dr. Raumar Rodríguez Giménez (Udelar/Uruguai)
Prof. Dr. Raúl Burgos (UFSC)
Prof. Dr. Jaison José Bassani (UFSC)

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Cláudio Coutinho (ou, o futebol moderno)
Alexandre Fernandez Vaz



Fonte Wikipedia!



Overlaping, ponto futuro, futebol total. O vocabulário que Cláudio Pêcego de Moraes Coutinho fez incorporar ao futebol brasileiro na segunda metade dos anos 1970 era alvo de seguidas anedotas da imprensa, principalmente a de São Paulo. Coutinho substituíra Oswaldo Brandão no comando do selecionado brasileiro de futebol no primeiro semestre de 1977, durante as eliminatórias para a Copa do Mundo que seria disputada na Argentina, um ano depois. A seleção fracassara na primeira partida, contra os colombianos em Bogotá, depois de quarenta (!) dias de treinamento e aclimatação à altitude. Sob ar rarefeito e falta de um esquema tático convincente, o placar do jogo não saiu do zero. Insatisfeitos com o resultado, os dirigentes da CBD (Confederação Brasileira de Desportos, depois substituída pela CBF) contrataram o então treinador do Flamengo, clube cujo sucesso extraordinário no final da década de setenta e início da seguinte muito deve a ele. Coutinho fora preparador físico da equipe nos Mundiais de 1970, no México, e 1974, na Alemanha Ocidental, além de treinador da equipe nos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal.


segunda-feira, 11 de setembro de 2017

11 DE SETEMBRO (E O BRASIL)
Alexandre Fernandez Vaz



Na manhã de 11 de setembro de 2001 eu participava de uma conturbada reunião do Conselho Universitário da UFSC, representando o Centro de Ciências da Educação[1]. Por pressão do movimento de greve, nos encontrávamos no auditório da Reitoria, e não, como costumeiro, na Sala dos Conselhos, com participação livre da comunidade universitária. Enfrentávamos um momento crítico da Universidade (talvez já não faça sentido dizer isso, parece que ele nunca passa, só entra em recesso de vez em quando) e contra ele fazíamos a greve que recém começara.


domingo, 3 de setembro de 2017

Argentina, 1977: Lembranças do futebol portenho e de La Bombonera!

Alexandre Fernandez Vaz


Nas férias de inverno de 1977 eu estava na Argentina, como costumava acontecer nos anos de minha infância. Filho de mãe argentina, não foram poucas as vezes em que meus pais, meu irmão e eu cruzamos o Sul do Brasil de carro para alcançar a cidade uruguaia de Colônia do Sacramento. Lá tomávamos o ferry-boat e cruzávamos o Rio da Prata, chegando a Buenos Aires, onde ganhávamos as ruas em nosso próprio automóvel.

Boca campeão da Libertadores de 1977.